Cafu

Cafu

No dia 07 Junho de 1970, nasceu zona sul de São Paulo, Marcos Evangelista de Morais. O ex-jogador teve uma infância difícil junto de seus pais Célio de Morais e Cleusa Evangelista de Morais e seus cinco irmãos, pois a família morava em uma casa de um cômodo e tinha uma vida humilde como muitos outros moradores da região.

Desde pequeno, Cafu mostrava paixão e jeito para jogar futebol e tentou por diversas vezes entrar em um clube grande. Apesar de ter sido reprovado em muitas peneiras, ele nunca desistiu de seus sonhos. Com persistência e dedicação conseguiu ingressar no Itaquaquecetuba Atlético Clube em 1988 e ali foi o inicio de sua carreira.

Com o passar dos anos, Cafu desenvolveu suas técnicas e conseguiu ir além de seus objetivos. Tornou-se não apenas um jogador profissional, mas o maior jogador recordista em participações nas Copas do Mundo com a camisa da Seleção Brasileia de Futebol e Campeão em todos os clubes que passou, tendo um dos melhores currículos entre atletas deste segmento.

Ao passar por tantas dificuldades para conquistar o sucesso, por ter sido um garoto pobre e morador de uma comunidade humilde, Cafu sentia a necessidade de ajudar outras pessoas. A partir de então, o penta tinha um novo sonho, a Fundação Cafu.

Atleta reuniu seu “time” (Diretoria Estatutária), e começou a planejar como seria a instituição, tanto no quesito atendimento da comunidade, quanto à infraestrutura. Um terreno baldio, onde ele jogava bola na infância, foi cedido pela prefeitura de São Paulo em 2001 e então a Fundação Cafu começou a ser construída com recursos próprios do atleta.

Em 2002, ao final do jogo contra a Alemanha, na conquista do pentacampeonato mundial, Cafu declarou seu amor diante de todos, ao escrever em sua camisa “100% Jardim Irene”. Neste momento, o bairro ficou conhecido no mundo todo e consequentemente a instituição, que ainda não havia sido inaugurada. Para ler a biografia completa do atleta acesse o link: http://capipenta.com.br/historia//.